SIMPÓSIO 12 - UMA VISÃO ECOLINGUÍSTICA DO PORTUGUÊS BRASILEIRO

Coordenadores: 

Elza Kioko Nakayama Nenoki do Couto - Universidade Federal de Goiás - kiokoelza@gmail.com
Hildo Honório do Couto - Universidade de Brasília - hiho@unb.br

Resumo: 

Já houve diversas interpretações sobre o português brasileiro (PB) comparativamente ao português europeu (PE). Dadas as grandes diferenças que ele apresenta frente ao PE, já houve quem dissesse que ele estaria se crioulizando; segundo outros, descrioulizando ou até mesmo semicrioulizando. Mais recentemente, os defensores da última tese têm afirmado que ele é uma língua reestruturada. O objetivo deste simpósio é congregar ensaios que defendam a posição da Ecolinguística sobre o assunto. Ela vai na direção da reestruturação, no entanto, é mais ampla do que ela, pois inclui não apenas a endoecologia da língua (fenômenos estruturais). Ela defende a tese de que, por ter que servir de meio de comunicação em um novo contexto, necessariamente se alterou em todos os níveis, inclusive no exoecológico, aquele em que os falantes tiveram que interagir linguisticamente em e sobre uma nova realidade. Nesse contexto, não podem ser esquecidas as línguas com que o PB entrou em contato (indígenas, africanas etc.).

Palavras-chave: Português brasileiro, ecolinguística, adaptação, reestruturação, inovação, conservação.

Minibiografias: 

Elza Kioko N. N. Do Couto: Pós-doutorado e m Linguística (UnB), mestrado e doutorado e m Língua Portuguesa (PUCS-SP). Professora da Universidade Federal de Goiás. Áreas de interesse: Semiótica Greimasiana, Análise do discurso, Antropologia do Imaginário e Ecolinguística. Coordenadora do NELIM (Núcleo de Ecolinguística e Imaginário). Livros: 1) Ecolinguística (2013); 2) Da Fonologia à Ecolinguística (2012), coorganizadora; 3) Ecolinguística e imaginário (2012); 3) Em busca da casa perdida: Vozes e imaginário de meninos de rua (2005).

Hildo Honório do Couto: Pesquisador Associado de Linguística, UnB. Áreas principais de interesse: Ecolinguística, Contato de Línguas, Fonologia e Filosofia da Linguagem. Principais livros: 1) O que é português Brasileiro (1986); 2) O português da Guiné-Bissau (1994); 3) Introdução às línguas pidgins e crioulas (1996); 4) Ecolinguística (2007); 5) Linguística, ecologia e ecolinguística: contato de línguas (2009); 6) O tao da linguagem (2012). Atualmente, investiga a área da Ecolinguística chamada Linguística Ecossistêmica.