SIMPÓSIO 29 – ESTUDOS DO ESTILO EM DIFERENTES GÊNEROS DISCURSIVOS

Coordenadores: 

Elis de Almeida Cardoso - Universidade de São Paulo - elisdacar@yahoo.com
Álvaro Antônio Caretta - Universidade Federal de São Paulo - alcaretta@yahoo.com.br

Resumo: 

O Simpósio tem por objetivo reunir pesquisadores que trabalham com a questão do estilo em diferentes gêneros discursivos.
Partindo do pressuposto de que o estilo é resultado da escolha discursiva, pretende-se discutir distintas manifestações do estilo, para que se possa entender a questão da escolha associada à concepção de língua, de enunciado e de gênero.

Um dos objetivos da estilística é justamente analisar as escolhas feitas pelo enunciador, dentre os elementos linguísticos disponíveis, verificando-se de que maneira se consegue com elas efeitos estéticos e expressividade e, sobretudo, tentando-se chegar à intenção do enunciador por meio do estilo encontrado em seu texto.
Não desprezar os gêneros do discurso e suas peculiaridades é essencial para a estilística da língua, uma vez que “o estilo integra a unidade de gênero do enunciado como seu elemento” (BAKHTIN, 2003). As mudanças de estilo só podem ser percebidas pelas mudanças de gêneros discursivos.

As escolhas linguísticas de um enunciador são determinadas pelo gênero do enunciado. Para Bakhtin, os gêneros discursivos são formas estáveis de enunciado, ou seja, modelos existentes em todas as esferas de comunicação social. Segundo o teórico, os gêneros são identificados pelos participantes da comunicação, pelas características linguístico-textuais, pela temática, pelas condições de produção e circulação e pelo estilo.

Pretende-se, portanto, analisar o estilo em diferentes gêneros discursivos, orais, escritos e multimodais, trabalhando com o conceito de esferas sociais. Nessa perspectiva, a língua deve ser vista como atividade social, histórica e cognitiva e os gêneros discursivos, bem como o estilo, ser analisados na relação com as práticas sociais, os interesses, as relações de poder, as tecnologias e as atividades discursivas.

Palavras-chave: estilo; estilística; gêneros discursivos; discurso

Minibiografias: 

Elis de Almeida Cardoso é doutora em Letras pela Universidade de São Paulo, onde atua como professora na área de Filologia e Língua Portuguesa do Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas. Fez pós-doutorado na Universidade de Lisboa, em Portugal. É pesquisadora da linha de Estudos do Léxico e orientadora de trabalhos de mestrado e doutorado. Tem desenvolvido suas pesquisas nas áreas de Morfologia, Lexicologia e Estilística. É autora do livro Drummond: um criador de palavras (São Paulo, Annablume, 2013).

Álvaro Antônio Caretta é doutor em Linguística pela Universidade de São Paulo e a atua como professor de Língua Portuguesa (graduação e pós-graduação) no curso de Letras da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Tem desenvolvido suas pesquisas na área de Análise do Discurso, direcionando sua pesquisa ao estudo da canção popular brasileira. É autor do livro Estudo dialógico-discursivo da canção popular brasileira (São Paulo, Annablume, 2013).