SIMPOSIO 32: REDE DE ESTUDOS DA LINGUA PORTUGUESA AO REDOR DO MUNDO

Coordenadores: 

Gian Luigi De Rosa – Università del Salento – gianluigi.derosa@unisalento.it
Kátia de Abreu Chulata - Università di Chieti-Pescara – kadeabre@hotmail.com
Madalena Dias Teixeira - Universidade de Lisboa / IPS (Santarém) – madalena.dt@gmail.com
Maria João Marçalo - Universidade de Évora - mjm@uevora.pt
Vânia Cristina Casseb-Galvão - UFG/CNPq – vcasseb2@terra.com.br

Resumo: 

Este simpósio pretende congregar trabalhos afins e integrantes da "Rede de estudos da língua portuguesa ao redor do mundo", que vincula um grupo de pesquisadores e alunos de pós-graduação e de graduação de instituições de ensino superior sediadas no Brasil, em Portugal, na Itália e em Macau, e que envolve estudos de descrição e de ensino do português em suas múltiplas variedades e modalidades de realização, especialmente aquelas variedades que, ao longo da história de constituição da Língua Portuguesa, foram tradicionalmente reconhecidas como politicamente minoritárias, partindo-se da concepção senso comum de que há uma variante padrão e o português brasileiro e seus dialetos; o macaense; o português de herança da Itália; o português de São Tomé etc são subsistemas dessa matriz. Defendemos a ideia de que, respeitada a origem comum, essas variedades são representativas dos grupos sociais que as falam e/ou que se expressam por suas respectivas literaturas. São aceitos trabalhos em duas principais linhas de pesquisa: 1. Descrição, ensino e promoção do Português em contexto de L1/língua materna, e 2. Descrição, ensino e promoção do Português em contexto de L2/língua estrangeira.

Minibiografias: 

Gian Luigi De Rosa (Ph.D. em “Culture e Istituzioni dei paesi di lingue iberiche in età moderna e contemporânea”) é professor agregado e pesquisador de Português na Universidade do Salento, em Lecce.
Sua mais recente atividade de pesquisa enfoca as problemáticas da tradução literária e audiovisual (tanto do ponto de vista tradutológico, quanto daquele tradutório) e o seu uso no ensino do Português Europeu e do Português Brasileiro como Língua Estrangeira. É autor de ensaios sobre a língua e a linguística portuguesa, sobre literatura portuguesa e brasileira e sobre a tradução audiovisual e intersemiótica. É responsável da Unisalento Summer School of Audiovisual Translation desde 2012.

Profª Drª Kátia de Abreu Chulata
É professora do Dipartimento di Lingue, Letterature e Culture Moderne da Università di Chieti-Pescara (Itália), onde atua na graduação e coordena o recém-criado projeto de pesquisa “Português Língua de Herança(s)”. Seu percurso de formação e docência está ligado à USP, UNESP, UNICAMP e UNISALENTO. Seus âmbitos de pesquisa são: ensino/aprendizagem de PLE, teoria e prática da tradução, constituição da subjetividade. Atua na área da teoria e prática da tradução, sob a perspectiva da subjetividade e da desconstrução, além de desenvolver pesquisas no âmbito da mediação linguística segundo orientação dos Estudos Culturais. Possui várias publicações no âmbito da tradução, em português e italiano (teoria, prática e ensino/aprendizagem). Faz parte do projeto “Língua Portuguesa no Mundo”, em cooperação com várias universidades brasileiras e estrangeiras, e do Programa Interdisciplinar de Pós-Graduação em Linguagem, Cognição e Sociedade (LINCS).

Profª Drª Madalena Teixeira
É professora da Escola Superior de Educação, do Instituto Politécnico de Santarém (Portugal), lecionando na graduação e na pós-graduação . É investigadora no Centro de Estudos Anglísticos, da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. As suas áreas de investigação radicam na linguística aplicada, sob o ponto de vista da sociolinguística, em particular no português como língua materna. Fez mestrado na Universidade do Minho, em Educação, no ramo de Supervisão Pedagógica em Ensino do Português, e doutoramento na Universidade de Lisboa, em Linguística, no ramo de Linguística Aplicada. Foi supervisionada por Vânia Galvão em estágio de pós-doutoramento, na Universidade Federal de Goiás, em Letras e Linguística, no ramo de Ensino e Aprendizagem de Línguas: Estudos Sobre Ensino e Aprendizagem de Primeira Língua, Segunda Língua e Línguas Estrangeiras. Tem vários artigos publicados em revistas especializadas, inúmeros capítulos em livros, é autora e coautora de Attitudes and Beliefs Related to Language and Languages – A Survey of University Students in Portugal (2012); é autora e coorganizadora de Ensinar e Aprender Português num Mundo Plural (2013); é autora de “Relación entre gramática y escritura en el currículo de lengua Portuguesa” (2014); é coautora de “Os programas e os manuais de língua portuguesa em Cabo Verde – compromisso entre qualidade e quantidade(?)” (2014).

Profª Drª Vânia Cristina Casseb Galvão
É professora da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Goiás (Brasil), onde atua na graduação e na pós-graduação. É pesquisadora do CNPq. Atua na área de Teoria e Análise linguística em um viés funcionalista, com ênfase na descrição do português brasileiro e seus desdobramentos político-científicos. Fez mestrado na UNICAMP e doutorado na UNESP-Araraquara. Foi supervisionada por Lachlan Mackenzie em estágio de pós-doutorado no Instituto de Linguística Teórica e Computacional (2010). Tem inúmeros artigos publicados em revistas especializadas, inúmeros capítulos em livros, é coorganizadora e coautora de “Introdução à gramaticalização” (Parábola, 2006), é co-organizadora de “Gramática contemporâneas do português” (Parábola, 2014). Presidiu o IV Simpósio Mundial de Estudos de Língua Portuguesa (2013).