SIMPÓSIO 55 - CONSTRUÇÃO E DESCONTRUÇÃO DE FRONTEIRAS GEO-LINGUÍSTICAS, SÓCIO-CULTURAIS E LITERÁRIAS

Coordenadores: 

Maria Grazia Russo – Università di Viterbo – mariagrazia.russo.roma@gmail.com
Paula Limão – Università degli Studi di Perugia - depaiva@alice.it
Vera Lúcia de Oliveira – Università degli Studi di Perugia veralucia.deoliveira.m@gmail.com

Resumo: 

No âmbito deste encontro, cujo tema geral é “De volta ao futuro”, queremos centrar o nosso simpósio no estudo e na tentativa de interpretação de um fenômeno que se tem intensificado enormemente com a globalização, ligado ao contato entre falantes de línguas, dialetos, ou mesmo registros distintos, que provoca, em muitos casos, conflitos, e em outros interação, confusão de termos, alterações sintáticas e morfológicas, assimilação ou invenção de novas palavras, fenômenos gerados pela fricção entre códigos lingüísticos diferentes.
Poder-se-á entender por “fronteira” quer os limites territoriais (faixas fronteiriças nacionais ou regionais), quer marcas sócio-culturais de grupos internos às áreas escolhidas (etnias diferentes, línguas indígenas, povos migratórios) dentro do contexto lusófono. O âmbito de atenção poderá ser de qualquer continente, tendo sempre em conta o ponto de referência da língua portuguesa como elemento de unidade na variedade ou de desunidade na homogeneidade.
No caso da literatura, incluímos não apenas as trocas entre tradições distintas de países confinantes, como também, dentro de uma mesma literatura, as fronteiras internas entre o que é considerado parte do cânone e as obras de autores ou grupos que entram em aberto dissídio com o mesmo, violando-o com a incorporação de pontos de vista, temas e formas que não se enquadram na chamada literatura oficial, como os escritores das periferias urbanas brasileiras, que aportam novos problemas e questionamentos para leitores e críticos.

Palavras-chave: língua portuguesa; literatura brasileira; literaturas de língua portuguesa; sociolinguística; línguas de contato.

Minibiografias: 

Mariagrazia Russo: Professora de Língua e tradução portuguesa e brasileira e de Literaturas e culturas dos Países de língua portuguesa na Universidade de Viterbo. Doutorada em Filologia Românica e Pós-doutorada em Investigação Textual na área de Estudos Românicos na Universidade “La Sapienza” de Roma, conseguiu o D.E.A. na Sorbonne. Autora de várias obras na área da Literatura, História e Língua portuguesa. Numerosos os estudos de arquivos e fundos de bibliotecas com documentos inéditos que dizem respeito a Diogo do Couto, João de Barros, a Embaixada portuguesa à China no século XVIII, entre outros.

Paula Cristina de Paiva Limão é atualmente docente de língua portuguesa e brasileira e de linguística portuguesa nos cursos de graduação e pós-graduação da Università degli Studi di Perugia. De 1992 a 1996 lecionou na Faculdade de Letras de Lisboa os cursos de História da Cultura contemporânea, História dos Descobrimentos e História do Islão. De 1995 a 1998, na qualidade de research assistant , participou nas atividades da Cátedra de História da Expansão Europeia no Instituto Universitário Europeu. Nos últimos anos tem desenvolvido investigação no âmbito da linguística comparada e contrastiva, das línguas de contato e do ensino do português como língua estrangeira. Dos estudos publicados salientam-se o volume de linguística contrastiva português – italiano, Il Tempo e Aspetto del “Perfetto Composto” in portoghese e in italiano, Ed izioni dell’Urogallo, Perugia, 2010, e o em coautoria sobre as línguas de contato na América Latina, America Latina, Crocevia di lingue in contatto, Perugia, Morlacchi, 2013.

Vera Lúcia de Oliveira è docente de literatura portuguesa e brasileira e tradução literária nos cursos de graduação e pós-graduaçao da Università degli Studi di Perugia. De 1997 a 2008 ensinou na Università degli Studi del Salento, onde abriu o curso de Lingua e Lieraturas Portuguesa e Brasileira. Participou de diversos congressos no Brasil e no exterior, ministrou palestras e mini-cursos em universidades brasileiras e europeias e, como professora visitante, esteve em várias universidades, entre as quais a Faculdade de Ciências e Letras de Assis (UNESP), onde ministrou curso de pós-graduação de 5/08 a 4/09 de 2013. Tem ensaios e livros publicados, entre os quais Poesia, mito e história no Modernismo brasileiro, São Paulo, Unesp e Edifurb, 2002, e Storie nella storia: Le parabole di Guimarães Rosa, Lecce, Pensa Multimedia, 2006.