Como chegar

Foto Lecce

Photo credits: zobl_vie, il solar, Claudio.

Pode chegar à cidade de Lecce de avião, trem ou carro.
Os aeroportos mais próximos de Lecce são o da cidade de Brindisi (30 minutos de Lecce) ou o de Bari Palese. Ambos os aeroportos têm conexões com as maiores cidades da Europa e da Itália e são servidos pelas companhias italianas e também pelas mais baratas, tal como Ryanair.
Aeroportos de Brindisi ou Bari Palese: entre nos sites abaixo para visualizar a lista de todas as companhias aéreas que servem os aeroportos da Apúlia.
Alugar carro: serviço disponível diretamente nos dois aeroportos e dentro das cidades.

AEROPORTO DE BRINDISI:
www.aeroportidipuglia.it

COMO CHEGAR A LECCE PELO AEROPORTO DE BRINDISI:
- bus shuttle até Lecce (recomendado); horários da linha disponíveis no site www.aeroportidipuglia.it (o ônibus chega até o Terminal principal da cidade de Lecce);
- Ônibus regionais COTRAP SOC SITA SUD: trecho LECCE (Largo C. Bene) – BRINDISI (aeroporto). Horários de partida-chegada: 5:30-6:10; 7:00-7:40-; 10.30-11.10; 
11.30-12.10
; 13.05-13.45; 14.50-15.35(*); 17.35-18.15; 19.50-20.30 (*); 21.50-22.30 (*);
- Ônibus regionais COTRAP SOC SITA SUD: trecho BRINDISI (aeroporto) – LECCE (Largo C. Bene). Horários de partida-chegada: 06.15-06.55; 09.00-09.40; 11.10-11.50; 13.00-13.40; 14.10-14.50; 16.00-16.40(*); 18.50-19.30; 21.00-21.40 (*); 23.40-00.20 (*);
BILHETE € 8,00 POR TRECHO E DISPONÍVEL NO AEROPORTO;
INFO: +39 0832-256124.
- Frequência de ônibus do aeroporto de Brindisi até a estação de trem + horário de trens para Lecce: informações disponíveis no site www.trenitalia.com; alternativa, Crusi viaggi service: bus privativo para Lecce e áreas periféricas. Tarifa por trecho por volta de €20/30. Reserva necessária. Contato: Crusiviaggi.
AEROPORTO DE BARI:
www.aeroportidipuglia.it

COMO CHEGAR A LECCE DO AEROPORTO DE BARI:
- Frequência de ônibus do aeroporto de Bari até a estação de trem + horário de trens para Lecce: informações disponíveis no site: www.trenitalia.com
- bus shuttle até Lecce (recomendado); horários da linha disponíveis no site www.aeroportidipuglia.it (o ônibus chega até o Terminal principal da cidade de Lecce); alternativa: Crusi viaggi service.

CHEGAR A LECCE DE TREM:
Trens internacionais: EUROSTAR AV, EUROSTARCITY, INTERCITY (disponíveis no site www.trenitalia.com).
Trens rápidos, tais como Eurostar (de Milão, de Roma ou de Turim) disponíveis no site da companhia nacional www.trenitalia.com.
Para maiores informações sobre os bilhetes e os horários dos trens nacionais e internacionais, confira no site da Trenitalia: www.trenitalia.com .

O QUE VISITAR EM LECCE?
Igreja de Santa Croce – é a Igreja mais importante da cidade. A construção dessa obra começou por volta de 1353 e foi completada em 1695. Expressão do barocco leccese, a Igreja apresenta uma fachada rica de elementos decorativos, tais como animais, figuras grotescas e vegetais. Tudo completado por uma grande rosácea no meio da fachada.
Ao lado da Igreja, hoje em dia há o Prédio do Governo, que antigamente era um Convento.
Duomo – o Duomo é uma das Igrejas mais significativas da Itália. Foi construída em 1144 e reconstruída um século depois (1230). Durante os anos 1659-70, o Duomo foi completamente reformado por Giuseppe Zimbalo que construiu ao lado da fachada principal da Igreja a torre de 70 metros de altura.
Chiesa di San Niccolò e Cataldo – a Igreja de San Niccolò e Cataldo é um belo exemplo da arquitetura ítalo-normanda. Foi fundada por Tancredi da Sicilia em 1180. Em 1716, além do antigo portal, a fachada da Igreja foi totalmente reconstruída, sendo enriquecida por inúmeras estátuas. O interior da igreja, com uma nave e o altar principal e dois corredores ao lado, está decorado por afrescos dos século XV e XVII.
O Anfiteatro Romano – construído por volta do século II e situado perto da Praça Sant’Oronzo, o Anfiteatro tinha capacidade para 25 mil pessoas. Hoje em dia é possível admirar somente 1/3 da estrutura, pois a parte restante permanece sob a Praça Sant’Oronzo, onde se podem admirar outros monumentos, como a igreja Santa Maria delle Grazie.
A coluna de Sant’Oronzo – a coluna de Sant’Oronzo (protetor da cidade de Lecce) foi devolvida a Lecce pela cidade de Brindisi, depois do Santo protetor ter salvo a cidade de Brindisi da peste. A coluna é a cópia de uma outra coluna que antigamente marcava o fim da Via Appia, estrada principal que ligava Roma com o sul da Itália.
Torre del Parco – é um dos emblemas medievais mais importantes da cidade de Lecce. Foi erigida em 1419. A torre, de 23 metros de altura, é caraterizada por ter um fosso ao seu redor onde antigamente os ursos (emblema da família Orsini del Balzo) eram criados. A estrutura inteira era a sede do Tribunal da família Orsini e depois da morte de Giovanni Antonio tornou-se a residência do Vice-rei da Espanha.
O Castelo – o Castelo de Carlo V foi construído entre 1539-49 por Gian Giacomo dell’Acaja. Caraterizado por ter um plano trapezoidal com bastiões, o Castelo encontra-se hoje em dia perto do Teatro Politeama, inaugurado no dia 15 de novembro de 1884.
O Arco do Triunfo – também conhecido como Porta Napoli, foi realizado em 1548 em honra do Rei espanhol Carlo V. O Arco, hoje em dia, surge na antiga área da Porta S. Giusto que, segundo a tradição, representava a entrada pricipal da cidade.